sexta-feira, 11 de novembro de 2016


Organizados pelas empresas de proteção ao crédito, eles podem ajudar as quase 60 milhões de pessoas inadimplentes no Brasil (de acordo com dados de agosto da Serasa Experian).
Limpa Nome da Serasa
Os feirões presenciais da Serasa começarão em datas distintas de acordo com o local. Mas a versão on-line do Feirão Limpa Nome já está disponível.
Nesse caso, o contribuinte deve fazer seu cadastro no site da empresa e ver quais dívidas estão em seu nome. Então, ele seleciona quais delas quer quitar e confere as propostas das empresas. Essas propostas podem ser negociadas por chat, e-mail ou telefone.
O feirão on-line vai até 26 de novembro.
No caso da versão presencial, o Feirão Limpa Nome da Serasa terá início em datas distintas para cada capital. No Rio de Janeiro, ela acontecerá no Shopping Nova América entre os dias 8 e 12. Em Belo Horizonte, será no Minas Shopping entre 16 e 19 de novembro. Já em São Paulo, começará em 22 de novembro e irá até o dia 26 do mesmo mês, no Shopping Itaquera.
Entre as empresas participantes estão: AES Eletropaulo, bancos Fiat, Pan, Bradesco e Itaú, Claro, Credsystem, Embratel, Hipercard, Leader, Magazine Luiza, NET, Pernambucanas, Porto Seguro Cartões, Portocred, Sicoob e Tricard.
Acertando suas Contas do Boa Vista SPC
O Boa Vista SPC também conta com a opção de renegociação de dívidas on-line. A diferença é que, nesse caso, ela está disponível durante todo o ano.
Em seu modelo físico, na capital de São Paulo, o feirão começará no dia 25 de novembro e seguirá até 3 de dezembro. Ele será realizado no estacionamento do Shopping Light.
Os feirões presenciais do Boa Vista ainda oferecem palestras grátis sobre educação financeira e sobre como organizar o orçamento doméstico.
Nesse caso, algumas das empresas participantes são: Ativos, Bradesco, Casas Bahia, Citi, Claro, Embratel, Ipanema Credit Management, NET, Recovery e Sky.
Hora de pechinchar
Entretanto, não basta ao contribuinte endividado apenas ir ao feirão ou acessá-lo pela internet. Antes, é preciso que ele faça contas e determine quanto pode se comprometer em pagar. É o que explica o gerente de recuperação de crédito da Serasa Experian, Raphael Salmi.
?Vemos muita gente que renegocia as dívidas no fim do ano, mas aí logo tem que pegar mais crédito e volta a ficar inadimplente?, conta.
Ainda de acordo com ele, também é importante não aceitar a primeira proposta e aproveitar a oportunidade para pechinchar.
Por fim, ele garante que os descontos variam de acordo com a empresa e o tipo de dívida, mas podem chegar a 80% das multas.

http://www.serasaconsumidor.com.br/feirao/#/
Fonte: Folha de S. Paulo

Nenhum comentário: