sábado, 27 de outubro de 2012

PMEs respondem por 33% das compras de bens e serviços do governo

As micro e pequenas Empresas (MPEs) tiveram uma participação de 33% no fornecimento de Bens e Serviços para o governo federal entre janeiro e setembro de 2012. Do total de compras públicas realizadas no período, cerca de R$ 7,5 bilhões foram feitas com este segmento.
 
Na comparação com o terceiro trimestre de 2011, os números mostram um acréscimo nos valores nominais, pois no no último ano as vendas dessas empresas ficaram em torno de R$ 7,4 bilhões. Entre os anos de 2007 e 2012, as MPEs apresentaram um crescimento acumulado nas aquisições públicas da ordem de 58%.

Até setembro, a contratação das empresas deste porte por meio do Pregão eletrônico proporcionou aos cofres públicos uma Economia de cerca de R$ 2,1 bilhões. Esse valor corresponde a 48% do valor total da Economia gerada pela utilização dessa modalidade, que ficou em torno de R$ 4,5 bilhões.
 
Os dados foram extraídos pelo Ministério do Planejamento (MP) do Portal de Compras do Governo Federal (Comprasnet) e incluem a administração pública federal direta, autárquica e fundacional. Este ano, os Bens e Serviços mais adquiridos junto às MPEs foram os de subsistência.
 
Estes produtos incluem alimentos industrializados e carne bovina, por exemplo. Também é possível destacar a contratação de Serviços de construção, como obras de manutenção/reforma predial, obras civis de escavação, entre outros. Essas aquisições movimentaram, respectivamente, R$ R$ 736,1 milhões e R$ 597,0 milhões.
 
Compras até R$ 80 mil
 
As MPEs tiveram 73% de participação nas vendas de até R$ 80 mil para a administração pública entre janeiro e setembro de 2012. De acordo com a Lei Complementar 123/2006, o segmento têm exclusividade no fornecimento de Bens e Serviços deste valor.

A análise feita pelo ministério mostra o crescimento acumulado desse segmento na comparação entre os anos de 2007 e 2012. Neste período, as empresas desse porte tiveram um aumento de 104 % na sua participação nas compras governamentais de até R$ 80 mil.

Regionalmente, as compras públicas junto às MPEs no período ficaram concentradas nas regiões Sudeste e Sul. O total licitado nessas regiões foi de R$ 3,7 bilhões (48%). Proporcionalmente, os órgãos públicos do Amapá foram os que mais licitaram junto às empresas deste porte, com 92%.

Fonte: Convergência Digital

Nenhum comentário: